A caminho do meio

…Em outra parede daquela mesma sala aparece outra instalação intitulada “O caminho do meio”, 2020, gerada a partir de pranchas de tiro ao alvo com a grafia da Associação Paulista de Tiro. Aqui o artista explora o seu entorno para criar sua cartografia, e nisso ele mixa filosofia, pintura, fotografia, gravura, escultura e coloca em xeque as relações interpretativas do tiro ao alvo nas culturas ocidentais e orientais. A inserção do livro “A arte cavalheiresca do arqueiro zen” acentua essas tensões culturais de interpretação. “Não importa onde o dardo acerta, mas sim o que o dardo traz no movimento de volta”, coloca Curti. E é com essas observações que ele se nutre, e eu questiono: será que não há uma relação entre as marcas dos dardos nos alvos com as fisionomias das joias? …

Andrés I. M. Hernández
Curador
Campinas/São Paulo, Primavera, 2020

baixe a apresentação